The most clean and transparent Data in Real Estate.

Das 4 freguesias do concelho de Matosinhos, a União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira é a que tem disponíveis mais imóveis no mercado. Dos 1481 imóveis, esta é também a localização com mais apartamentos (810) e espaços comerciais (373). Com apenas 10% dos apartamentos disponíveis para arrendamento, adquirir, por exemplo,  um T2 de 90 m², com o preço m² médio de 2603€, irá exigir um investimento de cerca de 234 000€.

Com este Guia de Zona, consiga a melhor informação e mais transparente acerca da evolução do mercado imobiliário na UF de Matosinhos e Leça da Palmeira. Qual a variação do número de imóveis disponíveis? Quais os preços praticados, por tipo de imóvel ou tipologia? Saiba, com a REATIA, se é a altura certa para investir, com dados do mercado imobiliário atualizados ao minuto.


Praias, atividades desportivas e culturais, esplanadas e longas marginais para percorrer atraem potenciais investidores para Matosinhos, a cidade do distrito do Porto plantada à beira-mar.

Localizada no coração da cidade de Matosinhos, a União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira é das mais populosas, com 49 088 habitantes. É, ainda, a zona do concelho com mais oportunidades no mercado imobiliário. Tem disponíveis, no total, 1481 imóveis.

Das 4 freguesias do concelho, a União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira distingue-se pelo seu dinamismo comercial, já que disponibiliza mais oportunidades de negócio (venda, arrendamento, trespasse ou outro tipo) relacionadas com espaços comerciais  do que a soma das 3 restantes freguesias do concelho de Matosinhos (UF de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo; UF de Custóias, Leça do Balio e Guifões; UF de São Mamede de Infesta e Senhora da Hora). No total, encontram-se em comercialização no mercado 373 espaços comerciais.

Já no mercado residencial, esta zona afirma-se também claramente vencedora no que respeita à oferta de apartamentos. A UF de Matosinhos e Leça da Palmeira tem disponíveis no mercado 810 apartamentos, mais do que a soma deste tipo de imóvel nas 3 restantes freguesias.

Quanto às tipologias de apartamentos disponíveis, a tipologia T2 é a mais comum no mercado imobiliário, seguida da tipologia T3, com 283 e 197 imóveis, respetivamente.

Qualidade de vida: entre a natureza, a praia e a gastronomia excecional

Nos últimos anos, tem ganho notoriedade como uma das zonas favoritas para investimentos internacionais. A localização privilegiada próxima da praia, com destaque para a praia de Matosinhos - a mais disputada do concelho -, a praia do Mindelo ou a Praia de Leça, delimitada pela piscina de marés projetada pelo Arquiteto Álvaro Siza Vieira, explicam parte da preferência. Que outros bons motivos existem?

Esta localização sai valorizada pela gastronomia, assumida como um paraíso para os apreciadores de peixe e marisco, pelo desenvolvimento económico na figura do Porto de Leixões (dos mais competitivos do país e com representação de 25% do comércio internacional português), ou nos espaços culturais e monumentos nacionais como a Casa de Chá, o Edifício dos Paços de Concelho ou a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, homenagem a uma das maiores poetisas portuguesas.

Mercado imobiliário residencial: tipologias mais vantajosas

Morar em Matosinhos e em Leça da Palmeira é ter uma localização privilegiada às portas da cidade do Porto. Para além da beleza das paisagens, pelo seu posicionamento na região costeira, o mercado imobiliário é também mais apetecível em relação a algumas localizações na cidade do porto, devido aos preços mais baixos dos imóveis.

Mas quanto custa um apartamento?

Segundo o market report da REATIA, tendo por base os imóveis para comercialização no mercado, um apartamento de tipologia T2 apresenta um preço m² médio de 2603€, o que significa que um apartamento desta tipologia com 90m² irá exigir um investimento de cerca de 234 000€. No caso de um apartamento de tipologia T3, o valor m² médio é de 2696€, pelo que um imóvel desta tipologia com 115m² irá custar-lhe mais de 310 000€.

Segundo os dados apresentados pela REATIA, o tipo de negócio predominante é a venda, já que apenas cerca de 10% dos apartamentos existentes para comercialização estão disponíveis para arrendamento.

Os imóveis são muito valorizados nesta localização e, por isso, a União das Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira apresenta os preços m² médios mais elevados na hora de investir num apartamento, independentemente da tipologia, quando comparada com as restantes zonas do concelho.

A boa notícia? A poucos minutos da cidade invicta, o mercado imobiliário nesta  localização apresenta preços mais apetecíveis, quando comparado, por exemplo, com o Centro Histórico do Porto, ou a União de Freguesias  de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde.


Quer saber mais sobre o mercado imobiliário em Matosinhos e Leça da Palmeira?

A REATIA é uma proptech (property tech) de big data e inteligência artificial que oferece soluções de market reports, metasearch, geração de leads e soluções customizadas através de APIs para o mercado imobiliário: agentes imobiliários, fundos de investimento imobiliário, banca.

O segmento “Guia de Zona” é promovido pela REATIA, a base de imóveis mais limpa, transparente e mais completa de Portugal.

Adira e receba todos os dados do mercado imobiliário.

You’ve successfully subscribed to REATIA
Welcome back! You’ve successfully signed in.
Great! You’ve successfully signed up.
Your link has expired
Success! Check your email for magic link to sign-in.